Entenda economia em 8 filmes

O melhor do cinema em sua casa


Filmes, séries e documentários, são elementos fundamentais para a compreensão de assuntos complexos, inclusive sendo utilizados como material de apoio pedagógico em diversas esferas educacionais.

Se você deseja aprender mais sobre crises financeiras e eventos sociopolíticos relacionados, confira a lista a seguir e entenda economia em 8 filmes. 

Entenda economia em 8 filmes

1. Uma Mente Brilhante (2001)

John Nash, é um jovem estudante de matemática da Universidade de Princeton, que se destaca durante a sua graduação ao criar o teorema de Equilíbrio de Nash. Essa teoria é considerada uma ruptura na área das ciências econômicas, pois analisa as dinâmicas de jogos através das estratégias utilizadas de forma unilateral pelos jogadores.

Por conta da criação deste conceito, Nash recebeu o Prêmio Nobel da área em 1994. A obra produzida por Karen Kehela Sherwood e Akiva Goldsman, narra a trajetória acadêmica, profissional e pessoal do matemático, que passou grande parte de sua vida internado em um hospital psiquiátrico, após ser diagnosticado com esquizofrenia.

2. Inside Job - A Verdade da Crise (2010)

O documentário dirigido por Charles H. Ferguson, analisa minuciosamente as circunstâncias e ações políticas e econômicas que culminaram na crise financeira que afetou o mundo entre 2007 e 2012. Segundo Ferguson, a produção tem por objeto elucidar ao telespectador, a relação e consequências da “corrupção Sistêmica” empregada pelo mercado financeiro norte-americano.

O filme é dividido em cinco partes, onde procura-se mostrar internamente as atividades exercidas no universo de Wall Street. Onde o jogo de interesses, políticas de Estado desastrosas e práticas de corrupção, resultaram em uma instabilidade econômica que devastou a economia e o desenvolvimento social de diversos países.

3. O Preço do Amanhã (2011)

Em um futuro distante onde a ciência foi capaz de criar mecanismo para que a humanidade alcançasse a imortalidade, o conceito de “tempo é dinheiro” ganhou um novo significado. Agora o tempo é de fato a moeda de troca para a eternidade.

Na produção de Andrew Niccol, os seres humanos se desenvolvem naturalmente somente até os 25 anos, dessa idade em diante a vida vira uma grande bomba relógio, podendo explodir a qualquer momento. O filme sobretudo aborda as desigualdades sociais impostas através do sistema de classes, onde os ricos possuem poder aquisitivo para comprar vida por milhares de anos e os mais pobres vivem marginalizados, com expectativa de vida de no máximo 35 anos.

4. A Grande Aposta (2015)

Baseado no livro homônimo de Michael Lewis, a obra cinematográfica conta com Adam McKay e Charles Randolph na produção e roteirização, além de colecionar diversos prêmios de importantes categorias do cinema internacional, inclusive com o Oscar “de melhor roteiro adaptado” de 2016.

A produção segue as estratégias implementadas por Michael Burry (Christian Bale), o dono de uma empresa, que decide investir alto ao prever a queda financeira dos EUA impulsionada pelo crise imobiliária de 2008. Burry, Jared Vennett (Ryan Gosling) e Mark Baum (Steve Carell), descobrem no caos, a possibilidade de fazer dinheiro. Para isso, os novos investidores da bolsa de valores, contam com a ajuda de Ben Rickert (Brad Pitt), um grande conhecedor das artimanhas do sistema financeiro de Wall Street.

5. Wall Street: Poder e Cobiça (1987)

“Wall Street: Poder e Cobiça” é considerado um clássico do cinema e uma obra imprescindível para quem deseja conhecer elementos do mercado financeiro, assim como aprender  mais sobre economia através de conteúdos audiovisuais. O filme de Oliver Stone abriu portas para várias produções que utilizaram elementos de sua obra como base, além de render o Oscar e o Globo de Ouro de melhor ator em 1998 para o seu protagonista, Michael Douglas.

O filme retrata a busca incessante do jovem Bud Fox (Charlie Sheen) pela riqueza. Após ser apadrinhado por Gordon Gekko (Michael Douglas), o ambicioso corretor  do mercado de ações se envolve em diversas situações de risco para alcançar o seu sucesso.

 

6. A Dama de Ferro (2011)

O drama biográfico produzido por Phyllida Lloyd, Damian Jones e Abi Morgan, e estrelado por Meryl Streep retrata a vida pública de Margaret Thatcher, a  Primeira-Ministra britânica, que comandou a Inglaterra durante 1979 à 1990.

O filme que rendeu à Streep a estatueta de melhor atriz do Oscar de 2012, divide opiniões sobre a fidelidade e romantização das ações de Thatcher em seu cargo público. A Primeira-Ministra ficou conhecida historicamente pela atuação política neoliberal, que culminou na precarização econômica e social dos países do Reino Unido.

7. Margin Call - O Dia Antes do Fim (2011)

Tudo corria bem no contexto monetário das grandes potências mundiais, até que em uma noite de Outubro de 2008 um Analista Junior de um Banco de Investimentos localizado em Wall Street, descobre através de um projeto, que as estratégias utilizadas nas negociações daquele banco, estava colocando em risco a parte financeira do empreendimento e poderia comprometer toda a economia local.

Uma reunião emergencial com todos os gestores é marcada para discutir o futuro da instituição e a equipe tem a difícil tarefa de traçar novos planos para conseguir se livrar de uma dívida bilionária momentos antes de o sistema financeiro norte-americano colapsar.

8. A Lavanderia (2019)

Dirigido por Steven Sodebergh, o filme narra as histórias cruzadas dos personagens Ramón Fonseca (Antonio Banderas), Jürgen Mossack (Gary Oldman) e Ellen Martin (Mery Streep). Fonseca e Mossack são dois empresários que mantém empreendimentos fantasma no paraíso fiscal de Panamá, mas que após o não pagamento de uma indenização à personagem Ellen Martin, passam a ser investigados e os seus negócios entram na zona de risco.

Assim como outras produções elencadas nesta lista, “A Lavanderia” conta com uma narrativa didática, onde os personagens procuram explicar conceitos e procedimentos jurídicos e econômicos, afim de elucidar ao telespectador como se dão diversas situações dentro do universo das finanças.

Veja também:

Assista aos melhores filmes na SKY

Só na SKY TV por assinatura, você assiste aos lançamentos e clássicos do cinema em alta definição, através de sua TV ou celular, por preços que cabem no seu bolso.

Confira a seguir os melhores SKY pacotes e ligue grátis para assinar o seu com 50% de desconto na primeira fatura.

  • EASY HD - São mais de 135 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.
  • FUN PLUS HD - São mais de 181 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.
  • MEGA PLUS HD - São mais de 196 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.
  • COMBO PLUS HBO HD - São mais de 204 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.
  • COMBO PLUS TELECINE HD - São mais de 202 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.
  • COMBO PLUS CINEMA II HD - São mais de 210 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.
  • COMBO FULL TOP HD - São mais de 215 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.
  • COMBO MEDIA CENTER TOP HD - São mais de 215 canais, com os melhores canais e opções para toda família, com 1 ou 2 equipamentos SKY e canais em HD.

Conheça mais sobre os planos da SKY